Banner

Banner

terça-feira, 25 de julho de 2017

Aos 57, jornalista da Globo morre durante férias em Portugal

Artur Almeida trabalhava há duas décadas na Rede Globo e apresentava o telejornal “MGTV 1ª Edição”.


A morte do jornalista Artur Almeida foi um dos assuntos mais comentados na internet na manhã desta terça-feira (25). Artur tinha 57 anos, era editor-chefe e âncora do telejornal exibido ao meio-dia na Rede Globo em Minas Gerais, o MGTV 1ª Edição . Ele foi vítima de uma parada cardiorrespiratória em Portugal, onde passava férias com a família.
Artur Almeida tinha como característica marcante uma leveza ao tratar dos mais variados assuntos
Artur Almeida tinha como característica marcante uma leveza ao tratar dos mais variados assuntos 
 
 
Foto: Divulgação
 
 
Segundo o portal de notícias da emissora, Artur chegou a ser socorrido para um hospital de Lisboa, mas morreu antes de chegar à unidade de saúde. Ainda não há informações sobre a chegada do corpo do jornalista. No fim da manhã, o nome do jornalista mineiro era um dos assuntos mais comentados em todo o país no Twitter.
Emocionado, o carismático apresentador do Bem-Estar, Fernando Rocha chorou e precisou ser amparado por Mariana Ferrão. Ele dedicou o programa de hoje ao amigo e destacou a amizade entre as suas famílias. "Hoje ele é uma estrela e eu queria dedicar o programa para ele e buscar uma alegria. Desejar tudo de paz para a família do Artur e pros mineiros. Ele era muito querido lá. Viva o Artur".
Relembrado por grande parte dos colegas de profissão como um homem generoso e íntegro, Almeida tinha como característica marcante uma leveza ao tratar dos mais variados assuntos. Sua segurança e serenidade no exercício diário da profissão foram lembradas no editorial que abriu a edição de hoje do telejornal, apresentado por Gabriel Senna.  


Terra