Banner

Banner

segunda-feira, 24 de julho de 2017

Ex-prefeitos são condenados por fazer turismo na Europa com dinheiro público

Dois ex-prefeitos das cidades vizinhas São João do Oeste e Tunápolis, no Extremo-Oeste de Santa Catarina, foram condenados por ato de improbidade administrativa. De acordo com o Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) em 2014, Sérgio Luis Theisen e Enói Scherer viajaram para a Europa com "nítidos intuitos turísticos", com dinheiro público, em uma "missão oficial". No documento da ação do Ministério Público, dois negaram as acusações.
Eles foram condenados a pagar o valor gasto na viagem, mais multa de 50% deste valor, suspensão dos direitos políticos por cinco anos e proibição de contratar com o poder público pelo mesmo prazo. A decisão é passível de recurso.
Pela viagem (veja o roteiro abaixo), que passou por Portugal, Espanha, Itália e Alemanha entre 17 e 30 de maio de 2014, o município de Tunápolis pagou R$ 16,8 mil e São João do Oeste, R$ 16,6 mil.
Os valores foram repassados à Associação de Municípios do Extremo Oeste de Santa Catarina (AMEOSC) e para a empresa Mappa Turismo e Negócios, que era da mulher do prefeito de Pinhalzinho na época.
Não foi informado quantas pessoas participaram da viagem.



G1  SC