Banner

Banner

quarta-feira, 26 de julho de 2017

Herói da classificação da Chape, Jandrei diz se inspirar em Danilo

O goleiro Jandrei fez os torcedores da Chapecoense rememorarem o ídolo Danilo, uma das 71 vítimas fatais do trágico acidente aéreo que marcou a final da última Copa Sul-Americana. Pela segunda fase do torneio deste ano, ele defendeu as cobranças de pênalti de Mariano Bareiro e Daniel González e foi decisivo para a classificação diante do argentino Defensa y Justicia, na noite desta terça-feira, na Arena Condá.
"Sempre penso no Danilo antes de entrar em campo. O que aconteceu foi uma coisa ruim, mas que nos motiva, traz força. Onde estiverem, eles ( as vítimas do acidente aéreo ) estão torcendo pela gente, assim como as nossas famílias", disse Jandrei. "Fico muito feliz por ter honrado o que o Danilo fez, assim como o Nivaldo ( ex-goleiro da Chapecoense, hoje gerente de futebol ) e o Follman ( antigo reserva de Danilo, sobrevivente da tragédia ) , que continuam conosco. Agora, também estou escrevendo a minha história na Chapecoense."
Revelado pelo Internacional, Jandrei tem 24 anos e passou por Novo Hamburgo e Atlético Tubarão antes de chegar à Chapecoense. Contra o Defensa y Justicia, derrotado por 1 a 0 com a bola rolando, ele participou de sua primeira disputa de pênaltis como goleiro profissional.
"É um momento histórico. Fico feliz por ajudar a equipe, mas a vitória não é só minha. A Chapecoense buscou o resultado desde o primeiro minuto. Mereceu a classificação, assim como merecia estar na Libertadores. Infelizmente, não deu", comentou Jandrei, lembrando a eliminação no torneio continental de maior prestígio, consequência de uma punição da Conmebol.
Jandrei foi bastante festejado pela torcida da Chapecoense e também por seus companheiros. Autor do gol do time brasileiro no confronto com o argentino, acertando uma cabeçada no primeiro tempo, o atacante Túlio de Melo foi um dos que enalteceram o trabalho do sucessor de Danilo.
"A gente queria fazer o segundo gol para não haver necessidade de pênaltis, mas, com certeza, confiávamos no Jandrei. Todos os méritos são dele, que é um excelente pegador de pênalti", elogiou Túlio de Melo, substituído por Wellington Paulista no segundo tempo. "Senti cansaço, câimbra, porque me doei bastante, corri. Foi importante ter feito o gol. Nos pênaltis, a gente sabia que contava com um grande goleiro, que faria a diferença", reforçou.
Nas oitavas de final da Copa Sul-Americana, a Chapecoense jogará contra o vencedor do duelo entre Flamengo e Palestino, do Chile - o time brasileiro construiu uma goleada por 5 a 2 no jogo de ida. Pelo Campeonato Brasileiro, o time de Jandrei enfrentará o lanterna Atlético-GO no domingo, na Arena Condá. 



Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva