Banner

Banner

segunda-feira, 7 de agosto de 2017

Retorno de Ruschel tem goleada do Barcelona e homenagens à Chape

 Neto se emociona em tarde de homenagens
Neto se emociona
Tarde histórica e de homenagens em Barcelona! No Camp Nou, o time da casa, que jogou com Messi, Suaréz e cia, recebeu a Chapecoense para um gesto de solidariedade às vítimas da tragédia de Medellín, em novembro de 2016, e pelo troféu Joan Gamper. O resultado, que é o menos importante, foi uma goleada grená: 5 a 0, gols de Deulofeu, Basquets, Messi e Luis Suaréz e Denis Suaréz. A Chapecoense atuou com uma camisa histórica: branca e com 73 estrelas, em referência ao ano de fundação do clube.
A partida marcou a volta do lateral-esquerdo e sobrevivente Alan Ruschel aos gramados. Ele jogou como meia, saiu aos 35 do primeiro tempo, ovacionado pela torcida, com uma cobrança de falta e uma camisa trocada com Messi.
Além dele, os outros dois sobreviventes, o zagueiro Neto e o goleiro Follmann, também foram homenageados com palavras do capitão blaugrana, Andrés Iniesta, e dando o pontapé inicial para o jogo.
Excursão da Chapecoense
Esta é uma tradicional competição promovida pelo Barcelona e que homenageia o fundador e primeiro presidente do clube. Pelo torneio,o Barça já recebeu outras equipes brasileiras como Flamengo, Santos e Vasco. O Inter foi campeão em 1982.
A excursão da Chape pela Europa não terminou. Nesta terça-feira, o Verdão do Oeste encara o Lyon, na França, em amistoso e na próxima semana vai para o Japão encarar o Urawa Red Diamonds, pela Copa Suruga Bank. Em setembro, ela volta para um amistoso com a Roma, na Itália, e uma possível benção do Papa.
Barcelona sem Neymar
O Barça fazia o seu primeiro jogo sem o atacante Neymar, que se transferiu para o PSG. O treinador Ernesto Valverde apostou no jovem Deulofeu, cria da base, para substituir o brazuca. E foi dos pés dele que a goleada começou a tomar forma, logo aos cinco. Ele apenas empurrou um fácil cruzamento de Rakitic.
Cinco minutos depois, o Barcelona ampliou em uma pintura de Busquets, de fora da área. Os catalães relaxaram e até viram a Chape crescer no jogo com W. Paulista e Luiz Otávio.
Após este momento, o argentino Lionel Messi resolveu 'entrar' no jogo. Marcou, mas o gol foi erradamente anulado, depois parou no goleiro e marcou novamente - este valeu. Tudo isso em menos de cinco minutos.
Suaréz brilha no segundo tempo e Alcácer perde pênalti
O segundo tempo começou com um gol do Luis Suaréz. Ele recebeu um cruzamento primoroso de Iniesta, tabelou com Messi e furou as redes de Elias. Aos 28, um outro Suarez, o Denis, fez o quinto, em chute cruzado após chute de Messi.
Após o quinto gol, o Barcelona colocou o time reserva em jogo e pisou ainda mais no freio. No fim, Arthur Moraes defendeu um pênalti de Paco Alcácer após Khevin derrubar Semedo.

FICHA TÉCNICA 
 
BARCELONA X CHAPECOENSE
Local: Camp Nou, em Barcelona (ESP) São Paulo (SP)
Data-Hora: 07/8/2017 - 15h30
Árbitro: Alfonso Alvarez Izquierdo (ESP)
Auxiliares: Juan Carlos Barranco Trejo (ESP) e Joan Méndez Mateo (ESP)
Cartões Amarelos: Lucas Mineiro (CHA)
Cartões vermelhos: Não houve
Gols: Deulofeu (5'/1ºT) (1-0); Busquets (10'1°T) (2-0); Messi (27'/1°T) (3-0); Suaréz (9'/2°T) (4-0); Denis Suaréz (28'/2°T) (5-0)
BARCELONA: Ter Stergen (Cillesen - Int) ; Aleix Vidal (Semedo, 32'/2°T Piqué (Marlon, 31'/2°T) Umtiti (Mascherano, 15'2°T) e Jordi Alba (Digne, 32'/2°T) Busquets, Rakitic (Aleñá, 32'/2°T) e Iniesta (Sergi Roberto, 15'/ 2°T) (Samper, 32'2°T) ; Deulofeu (Denis Suarez -Int) , Messi (Paco Alcácer, 32'/2°T) e Suaréz (Munir El Haddadi, 32'/ 2°T) Téc: Ernesto Valverde.
CHAPECOENSE: Elias (Arthur Moraes 28'/ 2°T); Apodi (Zeballos, 29'/ 2°T) Luiz Otávio (Fabrício Bruno, 35'/ 2°T) Victor Ramos (Douglas Grolli, 35'/2°T) e Reinaldo; Moisés Ribeiro (Luiz Antônio 21'/1°T) Lucas Mineiro (Khevin, 38'/2°T) Alan Ruschel (Penilla 35'/1ºT) e Neném (Nadson - Int) (Moisés Gaúcho, 15'/ 2°T); Wellington Paulista (Túlio de Melo - Int) e Lourency (Fernando Guerreiro 38'/ 1°T) (Arthur 27'/ 2°T) Téc: Vinicius Eutrópio. 
Terra