Banner

Banner

quarta-feira, 12 de junho de 2019

Preso suspeito de assaltar mercado em São Miguel do Oeste

Depois de assaltar um mercado no Bairro Estrela, em São Miguel do Oeste, o homem que também é apontado pela Polícia Militar como o possível autor de um roubo ocorrido em um outro estabelecimento, no Bairro São Luiz, foi preso no final da tarde desta terça-feira (11) nas proximidades do trevo de acesso à Paraiso, na BR-163.
Desde a manhã policiais militares estavam empenhados nas buscas pelo suspeito que, no primeiro caso, adentrou no estabelecimento, pouco depois das 10h desta terça (11), ameaçou a atendente com uma faca e exigiu dinheiro. O homem conseguiu fugir levando cerca de R$ 300.
Mais tarde, por volta das 16h, com vestimentas diferentes das usadas pela manhã, ele chegou no estabelecimento, localizado no cruzamento das ruas Prudente de Moraes e Dom Pedro II, no Bairro Estrela, pegou algumas bolachas, se dirigiu ao caixa e apontou uma faca para a atendente pedindo por dinheiro. A mulher disse que havia pouco valor em caixa e entregou uma quantia de aproximadamente R$ 40. Um homem, que também estava no local, foi abordado pelo criminoso e teve de entregar a quantia aproximada de R$ 40, mas teve R$ 20 devolvidos por ser considerado pelo criminoso um “trabalhador”. O assaltante ainda pegou o celular do homem, deixou as bolachas no balcão e saiu do estabelecimento levando algumas unidades de chicle (Trident). A ação durou cerca de dez minutos.
Em conversa com a proprietária da empresa, a reportagem foi informada que a segunda vítima perseguiu o bandido e comunicou conhecidos que tentaram captura-lo. O rapaz chegou a ser alcançado e agredido, mas conseguiu fugir. A Polícia Militar deslocou ao local, efetuou buscas pela região e localizou o suspeito nas proximidades do trevo de acesso à Paraíso. O jovem, que tem 20 anos, foi identificado como J.L. Ele recebeu voz de prisão e foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil.
Durante os procedimentos na delegacia o Corpo de Bombeiros precisou ser acionada para prestar atendimento ao acusado, que estaria com dores na região das costelas. O caso deve ser investigado.

Claudério Augusto via Peperi