segunda-feira, 29 de junho de 2020

CHAPECÓ: Penitenciária de Chapecó produz e comercializa máscaras descartáveis

Máscaras descartáveis de proteção individual são produzidas em duas especificações pela Penitenciária Agrícola de Chapecó. Em contato com o presidente do Centro Empresarial de Chapecó (CEC), Cidnei Luiz Barozzi, a direção do estabelecimento informou de que esses produtos, além da destinação ao governo do Estado, são comercializados para empresas e outras instituições interessadas.
A produção, em tamanho único, três pregas e estilo retangular, é feita por apenados homens e mulheres, com a utilização de matéria-prima fornecida pelo Estado. São dois tipos de máscaras descartáveis, um do modelo simples e outro triplo, disponíveis em pacotes de 50 unidades. O principal material utilizado é o tecido não tecido, mais conhecido como TNT. Com 18cm de comprimento e 10 cm de altura (fechada) a máscara é fixada com elástico plano de 20 cm. Possui eficiência de filtragem bacteriológica de 95,9% e é fabricada conforme a resolução 356/2020 da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), com laudo do material emitido pelo Laboratório Técnico Nelson Labs.
De acordo com o diretor da Penitenciária Agrícola de Chapecó, agente penitenciário Marcelo Rodrigo Langaro, o custo unitário é de R$ 0,70 para máscara simples e de R$ 0,80 para a máscara tripla. Acrescenta que em caso de interesse podem ser disponibilizadas amostras para análise. Para o esclarecimento de dúvidas e encomendas pode ser mantido contato com o setor comercial da penitenciária, pelo telefone (49)2049-9791.


Claudério Augusto via site ClicRdc