sábado, 18 de setembro de 2021

De olho na Libertadores, Palmeiras volta a vencer fora de casa e derrota a Chapecoense no Brasileirão

 Verdão controlou a partida, e com gols de Raphael Veiga e Luiz Adriano, construiu o placar na primeira etapa e superou a Chape, que amarga a lanterna do Campeonato Brasileiro


Na abertura da 21ª rodada do Campeonato Brasileiro. 

O Palmeiras venceu a Chapecoense por 2 a 0 na Arena Condá, com gols de Raphael Veiga e Luiz Adriano. A equipe de Abel Ferreira não ganhava fora de casa há três jogos. 

Com a vitória, o Verdão alcançou os 38 pontos na tabela, e irá permanecer na vice-liderança até o final da rodada. Já a Chape, que venceu sua primeira partida na competição na última rodada, diante do Red Bull Bragantino, conheceu sua 13ª derrota no torneio.

O próximo compromisso dos comandados de Abel Ferreira é contra o Atlético-MG, na terça-feira (21), às 21h30, pela semifinal da Libertadores. A Chape volta a campo no próximo final de semana, pelo Brasileirão, contra o Ceará.



VEIGA COLOCA O PALMEIRAS NA FRENTE

A primeira boa chance da partida veio nos pés de Busanello, logo no primeiro minuto de jogo. Ele cobrou falta rasante, de fora da área, forçando Weverton a fazer a primeira defesa da partida.

Após o susto inicial, o Palmeiras passou a controlar a posse de bola, enquanto a Chape apostava em saídas de bola com os defensores. Com Abel Ferreira pedindo paciência, o Verdão abriu o placar na Arena Condá.

Dudu iniciou jogada pelo meio e tocou na direita para Wesley. O camisa 11 conduziu e rolou para Raphael Veiga. O meio chutou forte e estufou as redes de Keiller.



VERDÃO APROVEITA BAGUNÇA DA CHAPE

Mesmo com a vantagem no ataque, os visitantes não tiraram o pé do acelerador. Aos 16, Dudu puxou contra-ataque e serviu Veiga. O meia, sem ângulo, arriscou para o gol, e Keiller impediu o gol. 

Dois minutos depois, Wesley perdeu oportunidade de ouro para ampliar. O camisa 11 aproveitou erro na saída de bola dos mandantes, invadiu o lado direito da área e tentou por cobertura, mas o goleiro defendeu. Mas não demorou para o segundo tento palmeirense.

Aos 27, outra bonita jogada de infiltração palmeirense que resultou em gol. Dudu deu lindo passe para Veiga, que foi bloqueado. Piquerez pegou o rebote e cruzou para Luiz Adriano empurrar para as redes. Os visitantes terminaram o primeiro tempo com amplo controle da partida.

SEGUNDO TEMPO MORNO

Depois do intervalo, Abel Ferreira fez uma mudança tripla na equipe, e o técnico Pintado adotou a mesma estratégia, mudando três peças na equipe da casa.

Com as alterações, a Chapecoense passou a concentrar seus ataques pelo lado esquerdo da defesa palmeirense, enquanto os visitantes recuaram as linhas de marcação.

VERDÃO RECUA, E CHAPE CRESCE

A Chape aproveitou a mudança de postura do Verdão e passou a ocupar o campo de ataque, mas sem conseguir criar uma chance perigosa.

A única boa investida do Palmeiras no segundo tempo com Dudu pela esquerda, mas o atacante chutou em cima de Keiller.

Embora mais agressiva em quase todo o segundo tempo, a Chapecoense não conseguiu marcar e saiu derrotada da Arena Condá.

FICHA TÉCNICA


CHAPECOENSE 0 X 2 PALMEIRAS

Data: 18 de Setembro de 2021, sábado
Horário: 17h (horário de Brasília)
Local: Arena Condá, em Chapecó – SC
Árbitro: Paulo Roberto Alves Júnior - PR
Assistentes: Ivan Carlos Bohn - PR e Sidmar dos Santos Meurer - PR
VAR: Adriano Milczvski - PR, Luciano Roggenbaum - PR e Rodrigo Pereira Joia - CE
Público/renda: Portões Fechados
Cartões amarelos: Anderson Leite, Bruno Silva (CHA); Patrick de Paula, Felipe Melo (PAL)
Cartões vermelhos:
Gols: Raphael Veiga (37'/1ºT) (0-1) e Luiz Adriano (27'/1ºT) (0-2)


CHAPECOENSE: Keiller; Matheus Ribeiro, Kadu, Jordan e Busanello; Alan Santos (Moisés Ribeiro, 1/2ºT), Anderson Leite (Léo Gomes, 1/2ºT), Denner (Foguinho, 23/2ºT) e Mike; Bruno Silva (Bruno Silva, 28/2ºT) e Perotti (Ravanelli, 1/2ºT). Técnico: Pintado

PALMEIRAS: Weverton; Marcos Rocha (Gabriel Menino, 1/2ºT), Luan, Gustavo Gómez e Piquerez; Felipe Melo, Patrick de Paula (Matheus Fernandes, 1/2ºT), Dudu (Gabriel Veron, 40/2ºT) , Raphael Veiga (Rony, 35/2ºT) e Wesley (Renan, 1/2ºT); e Luiz Adriano. Técnico: Abel Ferreira





Grupo LANCE