sábado, 9 de outubro de 2021

Foz do Chapecó Energia vai repassar R$ 500 mil para pescadores do Rio Grande do Sul

 Recursos serão investidos na aquisição de benfeitorias, licenciamento ambiental e uma rampa de acesso ao rio



Pescadores serão beneficiados a partir da condicionante do licenciamento ambiental da Usina Foz do Chapecó 

A Associação dos Pescadores de Berita, em Itatiba do Sul, no Noroeste do RS, um dos municípios abrangidos pelo reservatório da usina hidrelétrica Foz do Chapecó, irá receber da empresa responsável pela gestão do empreendimento, R$ 500 mil para a implantação de dois pontos de apoio à pesca, nas comunidades de Porto Mauá e Linha Saltinho.

Os imóveis, que terão 56,94m² e 200 m², serão construídos em regime de mutirão e os recursos serão investidos na aquisição de benfeitorias, contratação de projetos, licenciamento ambiental e uma rampa de acesso ao rio.

Segundo o diretor da Foz do Chapecó Energia, Otávio Luiz Rennó Grilo, os imóveis serão construídos numa área doada anteriormente pela empresa para a associação. Ele informou que além dos terrenos, a empresa já repassou valores para 17 pescadores adquirirem freezers ou equipamentos para a pesca. 

Em 2018, a Foz do Chapecó entregou três estruturas similares para associações de pescadores de Santa Catarina. “Foi uma proposta construída em conjunto e que vai render bons frutos à categoria”, disse.

A iniciativa faz parte do Programa de Apoio à Pesca, condicionante do licenciamento ambiental da Foz do Chapecó e de um acordo estabelecido com as colônias de pescadores identificadas regionalmente como Z-35, Z-29 e Z-26,  com o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), o ministério de Minas e Energia, o ministério da Pesca e Aquicultura, atualmente incorporado ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, e representantes do Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB).



Agostinho Piovesan / Correio do Povo