sexta-feira, 11 de novembro de 2022

Motorista que assediou e depois matou jovem de 18 anos atropelada é condenado em SC

 

Vanessa foi prensada contra o caminhão do namorado pelo autor. Foto: Divulgação/Oeste Mais


Um homem que assediou uma jovem de 18 anos na rua e depois a matou atropelada em outubro de 2021, em Itajaí, foi condenado a mais de 22 anos de prisão, por homicídio triplamente qualificado, além de mais seis meses de detenção por dirigir embriagado.

Segundo o Ministério Público, foram 11 horas de julgamento, onde a mãe da vítima disse ter o resultado que esperava para a condenação do autor Juciano Marinho Gomes, que vai cumprir a pena em regime fechado e não poderá recorrer em liberdade. 

"Muito satisfeita com a pena. É o que a gente esperava. Ele vai pagar pelo que ele fez, até para refletir e não acontecer de outras mães estarem chorando a perda de um filho. A justiça foi feita", ressaltou Sandra Gomes de Oliveira.

Na sentença, o Juízo observou que o crime ocorreu em via pública, colocando em risco a integridade de pessoas que poderiam estar passando pelo local, bem como a vida do namorado da vítima.

O caso

A vítima Vanessa Tamyres de Oliveira Machowski estava conversando com o namorado, próximo ao caminhão dele, quando Juciano se aproximou de carro e passou a assediá-la com palavras desrespeitosas.

O namorado de Vanessa, irritado com a situação, desceu do caminhão e começou a discutir com o homem, que deixou o local em seguida. Cerca de 20 minutos depois, ele retornou e acelerou o carro contra a menina, a prensando contra o caminhão e tirando a vida de Vanessa.



Claudério Augusto via site Oeste Mais