quinta-feira, 10 de novembro de 2022

PEC da Transição deve ficar entre R$ 170 bi e R$ 175 bi, diz Omar Aziz

O senador Omar Aziz (PSD-AM) disse nesta quarta-feira (9) que o presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), e o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), discutiram o valor da PEC da Transição entre R$ 170 bilhões e R$ 175 bilhões.

A proposta vai permitir ampliar o Orçamento de 2023 para bancar promessas de campanha do petista, como o Auxílio Brasil de R$ 600 a partir de janeiro, mais R$ 150 por filho até 6 anos, a partir de janeiro.

Aziz também comentou sobre a necessidade de negociar o valor da PEC com outros partidos, mas que vê "boa vontade" do Congresso com as necessidades do novo governo. "Temos problemas em várias áreas e temos que rever as questões. Temos problemas na educação, na saúde e problemas seríssimos na segurança pública", disse o senador.

"O momento é de tentar unificar o país, ter uma base de apoio às políticas que o presidente prometeu na campanha. E creio que o bom senso dos parlamentares irá prevalecer", destacou.

Lula e Lira

Nesta quarta, Lula se reuniu com o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), também para falar sobre a PEC da Transição. Segundo o líder do PT na Câmara, Reginaldo Lopes (MG), Lira foi receptivo à proposta e concordou com a ideia de anexar o texto a um projeto em tramitação sobre tema semelhante.

"Foi uma conversa super republicana, pensando no bem do país. Não houve nenhuma conversa para além da conversa colaborativa para encontrar espaço fiscal para cumprir os compromissos contratados no dia 30 de outubro", disse o parlamentar.


Claudério Augusto via site R7