quarta-feira, 25 de janeiro de 2023

Antes e depois: Veja fotos de como era e como ficou o centro religioso após tragédia em Chapecó




Fotos: Reprodução via site ND Mais


Imagens obtidas pela reportagem mostram como era e como ficou a Casa Amor e Luz, em Chapecó/SC, onde uma mulher morreu e outras 10 pessoas ficaram feridas após parte da parede de um prédio ao lado desabar no imóvel durante uma tempestade. A tragédia aconteceu na noite de segunda-feira (23).

As fotos mostram os danos causados pela parede que invadiu o local pelo telhado. No espaço, que havia diversas cadeiras, uma mesa onde ficavam os palestrantes e alguns quadros nas paredes brancas. Aos fundos, ficava o espaço destinado para passe espiritual.

Segundo a Defesa Civil, o local é uma casa e o espaço religioso funcionava onde era a garagem transformada em um auditório de 40 metros quadrados. Luciano Huning, coordenador municipal do órgão, disse que a casa religiosa já foi liberada para a manutenção necessária do espaço. Já o andar do prédio que desabou precisou ser embargado, pois, não oferece a segurança necessária no momento.

Na hora do acidente estavam cerca de 25 pessoas no espaço, sendo que 11 foram atingidas, entre elas Helena Bordignon, de 29 anos, que morreu na hora, as demais tiveram apenas ferimentos. As vítimas têm entre 29 e 66 anos. Conforme o boletim médico do Hospital Regional do Oeste, seis pessoas receberam alta médica e três seguem hospitalizadas.

Helena foi professora da rede municipal em 2014 e atualmente trabalhava em uma escola privada. O velório ocorre nesta terça-feira (24) na Igreja de Linha Forquilha, em Seara/SC, e o sepultamento está marcado para às 16h30 no cemitério do local.

A Defesa Civil disse ao ND+ que as rajadas de vento chegaram a 100 km/h em Chapecó, no início da noite de segunda-feira, o que causou diversos estragos na cidade, como queda de árvores, destelhamentos e a queda desta parede do prédio vizinho ao espaço religioso, que está localizado na rua Porto Alegre, no Centro do município.



Claudério Augusto via site ND Mais