sexta-feira, 24 de maio de 2024

Atualização e mais detalhes: mulher suspeita de jogar ácido em jovem no Paraná é presa pela PM

Foto montagem com fotos via site g1


Uma mulher suspeita de jogar ácido na jovem Isabelly Aparecida Ferreira Moro, de 23 anos, foi presa e encaminhada para a delegacia nesta sexta-feira (24). A informação é da Polícia Militar (PM-PR).

O caso aconteceu em Jacarezinho, no Norte Pioneiro do Paraná, na tarde de quarta-feira (22). A vítima está internada em estado grave no Hospital Universitário (HU) de Londrina. Relembre o caso abaixo.

Conforme Boletim de Ocorrência (B.O.) da PM, obtido pelo g1, a abordagem da suspeita ocorreu por volta das 5h desta sexta, no pátio de um hotel. O nome dela não foi divulgado.

De acordo com a PM, a suspeita foi localizada após ela própria acionar a polícia dizendo que estava sendo perseguida por quatro homens. A PM disse que a mulher não soube explicar por que estava sendo perseguida.

Como os PMs acharam a situação suspeita, questionaram a mulher se ela tinha envolvimento com o caso de Isabelly, e ela admitiu ter jogado o produto químico na vítima por ciúmes do ex-marido.

Conforme o B.O., a mulher relatou aos policiais que Isabelly, supostamente, estava tendo um relacionamento com o homem, que está preso, de acordo com a polícia.

À RPC, o delegado Tristão Borborema, que investiga o caso, não quis dar detalhes sobre a suspeita, mas disse que a investigação deve ser concluída ainda nesta sexta-feira (24). Na quinta-feira (23), o caso estava sendo tratado como tentativa de homicídio.

Na noite de quinta (23), a Polícia Civil divulgou um vídeo da pessoa suspeita de cometer o ataque. São imagens de uma câmera de segurança.

No vídeo, é possível ver que a pessoa usa peruca e roupas escuras.

Na ocasião, a suspeita do crime ainda não tinha sido presa.

O caso

O ataque contra Isabelly aconteceu na Alameda Padre Magno, na região central de Jacarezinho.

De acordo com o delegado Tristão Borborema, a jovem estava indo para a academia por volta das 13h de quarta-feira (22) quando uma pessoa se aproximou, jogou o líquido químico na vítima e fugiu.

Segundo a polícia, Isabelly teve queimaduras no rosto, peito e na boca. A Polícia Militar disse que a jovem provavelmente ingeriu a substância, o que pode ter agravado o quadro de saúde dela.

Um vídeo gravado por uma câmera de monitoramento mostra Isabelly correndo na rua em busca de ajuda após ser atingida pela substância.

Uma das pessoas que ajudou a vítima foi o cabelereiro Décio Silva. Ele colocou a jovem no carro dele e a levou para o hospital.

"Eu peguei a menina, coloquei no carro e levei ela no hospital. Ela não conseguia falar nada. Não conheço ela, mas espero que ela se recupere. Se Deus quiser, ela vai sair dessa", disse.

Após o ataque, uma testemunha encontrou uma sacola preta e um copo que estavam molhados. O material foi recolhido para análise.


Claudério Augusto com informações via site g1
Link da notícia no site g1: CLIQUE