Banner

Banner

segunda-feira, 30 de março de 2020

CENTRALMAQ EMPILHADEIRAS 3324.1488

Acesse





Jovem de 17 anos morre no hospital após ser baleado na rua

Um jovem de 17 anos acabou morrendo no hospital no início da tarde desta segunda-feira, dia 30, depois de ser baleado, no bairro Santa Rita, em Concórdia. Segundo a Polícia Militar, a vítima estava junto da irmã, que também acabou atingida em uma das mãos.

As duas vítimas estavam em via pública, quando um veículo chegou no local e um dos ocupantes teria efetuado os disparos. Os irmãos foram socorridos pelo Samu e Corpo de Bombeiros e encaminhada para o Hospital São Francisco de Concórdia. Porém, o adolescente acabou não resistindo aos ferimentos e morrendo na unidade hospitalar.

Ainda conforme a polícia, a residência das duas vítimas foi alvo de disparos de arma de fogo na noite do domingo, dia 29.

Claudério Augusto via site Oeste Mais

Almoço de família é interrompido pela Polícia Militar no Oeste de SC

Um almoço de família foi interrompido pela Polícia Militar (PM), por volta das 12h45 no domingo. A ocorrência foi registrada na SC-305, no Distrito de Presidente Juscelino, no município de São Lourenço do Oeste (SC). De acordo com a PM, a guarnição foi acionada para atender a ocorrência porque no local havia aglomeração de pessoas, em descumprimento do Decreto Sanitário motivado pela pandemia de coronavírus (Covid-19). 
No local, a PM fez contato com o responsável pelo estabelecimento, que disse estar em um almoço com familiares e não sabia que este tipo de aglomeração estava proibida pelo decreto sanitário. No local, estavam 15 pessoas, em ambiente aberto, e aproximadamente nove veículos. 
O proprietário da residência se comprometeu em encerrar o almoço imediatamente. Ele foi orientado, liberado no local e ficou ciente das medidas cabíveis caso seja reincidente. 
A PM de São Lourenço do Oeste informa que a aglomeração de pessoas continua proibida no perímetro de Santa Catarina. A Polícia também orienta aos cidadãos para que, se possível, ficar em casa. 

Claudério Augusto via site ClicRdc

Pesquisadores começam a decifrar identidade do novo coronavírus no Brasil

Um grupo de cientistas brasileiros fez o sequenciamento genético do novo coronavírus que circula pelo Brasil, o que permite abrir um banco com informações sobre a identidade que o microrganismo está ganhando desde que desembarcou por aqui.
Segundo os pesquisadores, o vírus já está em mutação, ganhando características próprias enquanto se espalha pela região.
O resultado do trabalho indica também que o vírus chegou ao Brasil vindo, principalmente, da Europa -poucos casos chegaram importados da Ásia. "O estudo confirma que a transmissão comunitária é real ao identificar agrupamentos de vírus muito parecidos entre si", diz Ana Tereza Vasconcelos, coordenadora do Laboratório de Bioinformática do LNCC (Laboratório Nacional de Computação Científica).
O LNCC participou da iniciativa com a UFRJ e a UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais). Pesquisadores do Instituto de Medicina Tropical da Faculdade de Medicina da USP e da Universidade de Oxford colaboraram no projeto.
A equipe fez 19 sequenciamentos de vírus que infectaram pacientes da Covid-19 no Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Goiás e Rio Grande do Sul, com amostras cedidas pelos laboratórios Hermes Pardini e Simile Medicina Diagnóstica, de Belo Horizonte, e pelo Hospital Universitário da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro).
Com o apoio de estudantes de pós-graduação, os resultados ficaram prontos dentro de um final de semana, nos dias 21 e 22 de março.
Conhecer as características genéticas do vírus é essencial para a elaboração de novos testes de diagnóstico e também para a produção da vacina contra a Covid-19.
Os pesquisadores destacam que o estudo não indica que o vírus esteja ficando mais letal ou agressivo. A ideia dos cientistas agora é contar com mais grupos de pesquisa pelo país que vão formar uma rede para rastrear os passos do coronavírus e seguir catalogando as mutações.
"É importante ter vários grupos de diferentes regiões trabalhando nisso para entender como é a distribuição do vírus pelo país. A tendência é que esse tipo de tecnologia [para sequenciar o genoma] fique para quando outros vírus aparecerem", afirma Ester Sabino, diretora do Instituto de Medicina Tropical da USP.
A pesquisadora foi uma das responsáveis pelo sequenciamento do genoma do vírus que causou o primeiro caso confirmado de Covid-19 no Brasil, no final de fevereiro.
No futuro, o banco de dados que está sendo construído pode ajudar a identificar os motivos de uma região ser mais afetada do que outra. Estudos com o genoma do vírus também podem ser feitos com pacientes que tiveram a forma mais grave da doença para investigar se o vírus que os infectou tem alguma característica que o torna mais agressivo.
O sequenciamento contou com o suporte do supercomputador Santos Dumont, abrigado no LNCC. A instituição, que fica em Petrópolis (RJ), e a Coppe (Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia), da UFRJ, abriram uma chamada pública para projetos de pesquisa que busquem uma solução para a pandemia da Covid-19.
Cientistas de toda a América Latina podem se inscrever para usar a capacidade de computação do Santos Dumont e do Lobo Carneiro (supercomputador da Coppe) para desenvolver seus projetos.

Claudério Augusto via site Yahoo

CHAPECÓ: Adolescente é apreendido com armas escondidas no guarda-roupas

Um adolescente, de 17 anos, foi apreendido ao esconder duas armas no guarda roupas por volta das 02h22 de segunda-feira (30) em Chapecó. De acordo com a Polícia Militar (PM), o menor é conhecido por várias ocorrências com drogas e armas. Ele foi avistado pelos policiais em um posto de combustíveis na saída de Chapecó para Seara (SC).
Ainda segundo a PM, o adolescente se comportou de forma suspeita ao avistar os policiais. Com ele, nada foi encontrado, mas ele confessou aos policiais que teria armas escondidas em sua residência, no bairro Bom Pastor. 
No local, os policiais encontraram, dentro do guarda-roupas no quarto do suspeito, duas armas – uma pistola cal.22, de fabricação artesanal, e um revólver cal. 22, da marca Bagual, enroladas em roupas. Eles encontraram, ainda, uma munição cal. 357 intacta e cinco munições cal. .22 intactas. 
O menor foi apreendido e conduzido à Central de Plantão Policial, com os objetos, para andamento dos encaminhamentos.

Claudério Augusto via site ClicRdc

PRF apreende mais de 150 quilos de maconha em abordagem a veículo na BR-480 em Erechim

Na manhã desta segunda-feira (30), na BR 480 em Erechim, Policiais Rodoviários Federais prenderam uma mulher por tráfico de 158,2 quilos de maconha em um Logan.
Com base em informações do serviço de inteligência da PRF, os policiais passaram a monitorar as rodovias da região na tentativa de localizar um Logan suspeito de estar transportando material ilícito. O veículo foi localizado na BR 480, em Erechim.
No momento da abordagem, a condutora tentou fugir, porém o veículo ficou cercado e obrigou-se a parar. Na sequência, ela ainda tentou correr a pé em direção a uma mata, mas foi alcançada e imobilizada pelos policiais.
No porta-malas do veículo foram encontrados 16 fardos de maconha, que totalizaram 158,2 quilos. A droga vinha da região da fronteira com o Paraguai.
A motorista tem 42 anos, mora de Caxias do Sul e declarou ser estudante de direito. Ela já tem passagens por tráfico, histórico de fuga do presídio em Caxias do Sul e já esteve na lista de procurados pela Interpol.
A traficante foi presa em flagrante, encaminhada para registro da ocorrência na Polícia Civil e recolhida ao presídio.

Claudério Augusto via site Atual FM

CHAPECÓ: Desinfecção de espaços públicos em combate ao coronavírus

FOTO: Prefeitura Municipal / Reprodução site Oeste Mais


A administração municipal de Chapecó iniciou na manhã desta segunda-feira, dia 30, um serviço de desinfecção de locais públicos na cidade. É mais uma medida preventiva de combate e enfrentamento ao coronavírus (Covid-19).

O primeiro espaço a receber o serviço foi o Terminal Urbano. O trabalho está sendo executado por uma empresa especializada no ramo, autorizada pela Vigilância Sanitária. Ainda receberão a desinfecção no dia de hoje o Aeroporto Municipal Serafim Enoss Bertaso e a Rodoviária.

O investimento é de R$ 5,5 mil. Os produtos utilizados têm registro na Anvisa, e os locais ficam isolados por duas horas para perfeito funcionamento dos desinfetantes.

Claudério Augusto via site Oeste Mais

Coronavírus: por que doenças pré-existentes são perigosas

Pacientes com doenças crônicas fazem parte do grupo de risco do novo coronavírus. Essas enfermidades enfraquecem o organismo de diferentes formas. O sistema imunológico humano trabalha bastante todos os dias, e geralmente nem percebemos. Ele é responsável por proteger nosso corpo contra intrusos perigosos, como vírus. Isso pode ser difícil no caso de pessoas com um sistema imunológico enfraquecido.

Quem apresenta alguma doença pré-existente, deve ter cuidado redobrado para evitar infecções e, agora, principalmente, o novo coronavírus. A seguir, as principais doenças crônicas que colocam em risco quem contrai o vírus:

Doenças pulmonares crônicas

Pessoas com asma possuem pulmões danificados. No caso de ataques, a mucosa bronquial inflama, as vias respiratórias se contraem e estreitam. Isso afeta principalmente a expiração, que exige muito mais força. Os asmáticos têm menos capacidade de exalar o ar dos pulmões, o que pode ocasionar falta de ar aguda e até asfixia. O corpo está ocupado em atuar contra isso e, portanto, se enfraquece.

Somente na Alemanha, há cerca de 8 milhões de asmáticos. A maioria sofre de um dos dois tipos de asma: a alérgica e a não alérgica.

Um ataque de asma pode ser causado por alérgenos ou infecções respiratórias, como no caso de uma doença viral. O corpo não só precisa lutar contra a asma, mas também contra outras doenças. Exige-se muito do organismo, às vezes até demais, e o sistema para de funcionar, na pior das hipóteses com consequências fatais.

DPOC - uma doença respiratória incurável

A doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) também é uma enfermidade respiratória. Pesquisadores acreditam que o tabagismo é um fator importante para a DPOC. De qualquer forma, os pacientes com esse diagnóstico são afetados em dose dupla quando seu corpo e seu sistema imunológico também têm que lutar contra outra doença.

Pessoas enfraquecidas por essas doenças crônicas têm mais dificuldades em combater uma infecção do que as saudáveis. Se os pulmões estiverem danificados, a situação para os vírus é relativamente mais fácil.

Diabetes

Diabéticos possuem um sistema imunológico mais fraco do que indivíduos saudáveis. Isso se aplica a ambas as formas de diabetes: tipo 1 e tipo 2.

O tipo 1 é uma doença autoimune. Os anticorpos destroem as células beta do pâncreas produtoras de insulina. O corpo não produz, portanto, quantidade suficiente desse hormônio e sofre de hiperglicemia (nível muito alto de glicose no sangue). Essas taxas elevadas de açúcar no sangue enfraquecem o sistema imunológico. No caso de uma doença infecciosa, no pior das hipóteses com estado febril, a condição geral dos diabéticos pode se deteriorar. Isso se aplica mesmo a pacientes cujo diabetes está bem medicado.

Além da disfunção do metabolismo de açúcar, o diabetes pode alterar vasos sanguíneos e atacar órgãos, o que pode prejudicar o equilíbrio do organismo. Assim o corpo em piores condições terá dificuldades para enfrentar um vírus que o ataca.

Doença cardiovascular

Essas enfermidades incluem a cardiopatia coronária ou isquêmica. Isquemia é a redução ou obstrução completa do fornecimento sanguíneo para um tecido orgânico. O estreitamento de uma das artérias coronárias leva à falta de oxigenação do sangue. A arteriosclerose, ou seja, a calcificação vascular, é responsável por isso. Neste caso, uma infecção pode ter consequências fatais.

Também pessoas com defeitos nas válvulas cardíacas precisam ter mais cuidado do que indivíduos saudáveis. Para aqueles que sofrem de doenças cardiovasculares, uma infecção viral pode desestabilizar o corpo. Um metabolismo que funciona bem é urgentemente necessário. Caso contrário, o corpo se torna muito mais vulnerável, completamente sobrecarregado e com suas funções limitadas.

Pressão alta

Entre 20 milhões e 30 milhões de alemães sofrem de hipertensão, ou seja, pressão alta. Essa doença implica também aumenta o risco no caso de infecções. Em longo prazo, a hipertensão danifica os vasos sanguíneos.

Uma pressão sanguínea sempre muito alta afeta o coração, que fica permanentemente sobrecarregado. Isso pode levar a graves doenças cardiovasculares, que podem se tornar crônicas e reduzir a capacidade do corpo para lidar com uma infecção.

Geralmente, os pacientes reconhecem esse perigo silencioso tarde demais, às vezes apenas após um derrame ou um ataque cardíaco. O sistema enfraquecido é, então, uma presa fácil para vírus.

Câncer

Pacientes com câncer também correm alto risco no caso de infecções. Diferentes terapias enfraquecem seu sistema imunológico. Somente na Alemanha, cerca de 1.400 pessoas são diagnosticadas com câncer todos os dias.

Centenas de milhares estão em tratamento ou em terapia. Isso inclui quimioterapia. Para tal, os médicos usam medicamentos citostáticos, destinados a combater o crescimento de células cancerígenas. Mas eles não atacam apenas as células cancerígenas. Tecido saudável também sofre com esses remédios.

Esse processo tem um grande impacto no sistema imunológico. O corpo fica mais suscetível a patógenos. A extensão em que o corpo é afetado depende de vários fatores, como o tipo de câncer e as condições gerais do paciente.

De qualquer forma, quem faz quimioterapia ou radioterapia deve ser extremamente cuidadoso para evitar qualquer tipo de infecção e doença. Esses indivíduos precisam ficar longe de pessoas resfriadas, por exemplo.

Doenças autoimunes

Nesses casos, os médicos geralmente prescrevem medicamentos imunossupressores a seus pacientes. Eles inibem a atividade do sistema imunológico, para evitar que ele se volte contra o próprio corpo. As drogas enfraquecem o mecanismo de defesa ou até o desativam.

Isso torna o organismo mais suscetível a patógenos, como o vírus da gripe ou o coronavírus. Esse grupo de pacientes inclui, por exemplo, aqueles com doenças autoimunes, como esclerose múltipla, reumatismo ou doenças inflamatórias intestinais crônicas, como a Doença de Crohn. Pessoas infectadas por HIV também tomam esses medicamentos.

Por um lado, os imunossupressores ajudam a manter o sistema imunológico sob controle, mas eles também o enfraquecem. Se vírus e outros agentes infecciosos estiverem por toda parte, pessoas com doenças autoimunes devem ser particularmente cuidadosas, pois uma infecção pode ter consequências fatais.



Claudério Augusto via site Terra

Prazo para sacar até R$ 998 do FGTS termina na terça-feira

Para quem deseja realizar o saque imediato de R$ 998 do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), o prazo termina na terça-feira (31). Na quarta-feira (1), o dinheiro que não for sacado retorna à conta original.
Desde setembro de 2019, a Caixa Econômica Federal começou a distribuir dinheiro de contas ativas ou inativas do FGTS. . Ao todo, foram distribuídos cerca de R$ 40 bilhões, que visaram estimular a economia no fim do ano passado. 
Como sacar
O saque pode ser efetuado pelos canais de pagamento da primeira etapa do saque imediato. Por causa da pandemia de coronavírus, a Caixa orienta o resgate por meio do aplicativo FGTS, disponível para tablets e smartphones dos sistemas Android e iOS. Nesse caso, o trabalhador pode programar a transferência do dinheiro para qualquer conta em seu nome, independentemente do banco. A operação não tem custo.
Os saques de até R$ 998 podem ser feitos nas casas lotéricas, caso esses estabelecimentos estejam abertos, e terminais de autoatendimento para quem tem senha do Cartão Cidadão. Quem tem Cartão Cidadão e senha pode sacar nos correspondentes Caixa Aqui, caso esses estabelecimentos estejam autorizados a abrir. Basta apresentar documento de identificação.

Claudério Augusto via site ClicRdc

Dupla é presa em Irani por caça e porte ilegal de arma

FOTO: PM / Reprodução site Oeste Mais


Duas pessoas foram presas em flagrante pelos crimes de caça e porte ilegal de arma. O fato foi registrado na manhã deste domingo, dia 29, no interior do município de Irani. O caso foi uma operação conjunta entre as Polícias Militar e Ambiental.

Além das duas pessoas, foram apreendidas duas armas, diversas munições e um animal silvestre abatido (tatu).

Os presos e todo o material foram encaminhados à Central de Polícia Civil de Concórdia.


Claudério Augusto via site Oeste Mais

Motociclista fica gravemente ferido ao colidir contra caminhão estacionado no Oeste

Um motociclista foi socorrido com ferimentos graves após um acidente de trânsito na noite deste domingo (29), na Rua Padre Aurélio Canzi, no centro de São Miguel do Oeste.

Testemunhas disseram que o condutor da moto tentou evitar uma colisão contra um veículo de passeio que fazia a rotatória no cruzamento com a Rua Itaberaba, mas acabou batendo de frente com um caminhão que estava estacionado ao lado da via.

O rapaz foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros em estado grave e conduzido ao Hospital Regional. Ele sofreu fratura exposta na perna direita, um corte profundo na face, além de escoriações pelo corpo.

A Polícia Militar foi acionada para os levantamentos.



Claudério Augusto via site WH Comunicações

Corpos de vítimas de tragédia na BR-282 são velados em Ponte Serrada

Os corpos de Ideneis Wilmes da Luz e Natalício Wilmes da Luz estão sendo velados na Capela Mortuária da Igreja Matriz, no Centro de Ponte Serrada. Os homens morreram em um trágico acidente na noite deste domingo, dia 29, na BR-282, no perímetro urbano do município.

Ideneis e Natalício ocupavam um Chevrolet Vectra Elegance, com placas de Ponte Serrada. A colisão foi entre o automóvel e um caminhão Ford Cargo, placas de Carambeí (PR).

O sepultamento dos corpos vai acontecer nesta segunda-feira, dia 30, mas ainda não havia horário definido até a publicação desta notícia.

-

A batida foi a menos de um quilômetro do trevo principal, no perímetro urbano da BR-282, em uma curva da rodovia, sentido Irani. As vítimas fatais foram o motorista e um dos passageiros do automóvel, que estaria no banco de trás.

Conforme o Corpo de Bombeiros, ambos foram encontrados politraumatizados. Os corpos precisaram ser removidos das ferragens. No caminhão estavam o motorista e um passageiro. De acordo com a guarnição, nenhum deles se feriu.

Segundo apurou o Oeste Mais, outras duas pessoas – uma mulher e uma criança de 12 anos – foram socorridas por equipes do Samu e Corpo de Bombeiros. As duas vítimas, segundo os bombeiros, estavam conscientes e orientadas. A mulher e a criança foram levadas para os hospitais de Xanxerê e Ponte Serrada, respectivamente.

Claudério Augusto via site Oeste Mais

Mulher tenta se jogar de ponte em São Carlos

Na Ponte do Rio Chapecó, divisa das cidades de São Carlos - Águas de Chapecó, tentativa de suicidio por volta das 21:44 h do domingo, 29. 

A guarnição dos bombeiros foi acionada por um popular que foi até o Quartel do Corpo de Bombeiros Militar de São Carlos e informou que havia uma feminina querendo se jogar da ponte de Águas de Chapecó. Prontamente a guarnição do ASU e ABTR deslocaram até o local e confirmaram que, D.M. 29 anos estava pendurada pelo lado de fora do guarda corpo da ponte. A guarnição então, acalmou e conversou com a vítima e em um momento de distração da mesma, foi imobilizada e retirada do local com a ajuda da Polícia Militar. Após foi conduzida ao hospital de São Carlos.


Claudério Augusto via site Roberto Lorenzon

Em tentativa de homicídio, casa é alvejada por vários disparos de arma de fogo em Concórdia

A Polícia Militar atendeu novamente uma ocorrência disparo de arma de fogo contra residência no bairro Santa Rita, por volta das 23h deste domingo, dia 29. De acordo com as informações, a PM foi acionada quando um homem disparou por diversas vezes contra o imóvel de uma família na Rua São Lucas.

Vários tiros atingiram a residência. A Polícia Militar qualificou a ocorrência como tentativa de homicídio, já que no imóvel estavam uma mulher, uma jovem e duas crianças.
Apesar de ninguém ter ficado ferido os moradores se assustaram com a ação, segundo a PM, já que na residência estavam pelo menos duas crianças. A suspeita da PM é de que os disparos tenham relação com o homicídio registrado na semana passada no Santa Rita.
Na semana passada um rapaz acabou sendo executado com um disparo na cabeça. Ele foi socorrido, porém não resistiu aos ferimentos. A vítima chegou a ser socorrida, mas não resistiu e morreu depois de chegar no Hospital São Francisco.

Claudério Augusto via site Atual FM

Brasileirão deverá manter fórmula de pontos corridos

Intenção é retornar às disputas no dia 1º de julho.


As equipes da Série A e B do Brasileiro realizaram uma reunião no final da semana passada, junto com Manoel Flores, diretor de competições da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Foi uma videoconferência para planejar os próximos passos do futebol no país por causa da paralisação provocada pela pandemia do novo coronavírus. No encontro, ficou a tendência de que o Brasileirão será realizado até o final de dezembro e com 38 rodadas. A ideia é que as disputas no país retornarem no dia 1º de julho, com datas suficientes para as realizações da Copa do Brasil e do Brasileiro, sem mudar fórmula. 

A reunião definiu ainda que, a partir de 1º de abril, os clubes da Série A oferecerão 20 a 30 dias de férias coletivas para o elenco. Assim, tal medida evitaria reduzir salários drasticamente neste primeiro momento. Caso a progressão da pandemia não diminua até maio, aí sim outra decisão terá que ser tomada.

Outro pedido dos clubes que tende a ser adotado pela entidade é a manutenção dos pontos corridos. Se antes algumas equipes começaram a considerar o retorno do mata-mata, a tendência atual é de que o Brasileirão siga com a mesma fórmula de disputa. Uma das razões para isso é que a emissora detentora dos direitos de transmissão televisivos se posicionou de maneira contrária à volta do mata-mata. Assim, ameaçados com uma possível perda financeira, é improvável que clubes queiram a mudança de formato.
Já quanto aos Estaduais, nada ficou definido. Mas a tendência é de que cada federação resolva a situação de seu campeonato regional particularmente.




Claudério Augusto via site Correio do Povo

Horóscopo de 2ª feira 30 de março de 2020

Áries

Seu regente Marte ingressa em Aquário e você se volta decididamente para os projetos futuros. Empenhe-se na conquista de sonhos com alto teor de realização pessoal.

Aquário

Marte em seu signo simboliza tempo de afirmação de seus valores, pensamentos e sentimentos. Você se dispõe a lutar, então, faça-o em nome de uma causa boa e nobre.

Capricórnio

Encerra-se período de lutas internas e estas começam a ser externadas. Seja produtivo, atuante e coloque em formas materiais o que andava embutido em você.

Cancer

Começa o tempo de enfrentar algumas crises. Não é hora de ser preconceituoso diante das pessoas, mas de abrir-se a novas possibilidades. Grande gosto por conforto e luxo.

Escorpião

Encontre coisas boas para fazer em sua casa e com os familiares. Entre em contato com suas raízes mais profundas. Descubra o que há de melhor em sua essência.

Gêmeos

Não é mais tanto tempo de se fixar na crise, mas de orientação firme para o futuro. No amor, as facilidades lhe embevecem. Há muito a ser construído por você.

Leão

Tendência a dramatizar demais os pequenos gostos que podem lhe ser negados. Não perturbe ou complique relações que contêm muito mais que simples afagos imediatistas.

Libra

Começa uma fase de enfrentamento franco e direto dos problemas. Anime-se e se interesse pelo que possa ser feito de bom, para você e para os outros.

Peixes

Marte em Aquário indica forte agitação interna pelos próximos dois meses. Boa hora para cuidar melhor da saúde física e emocional. Corte fora os hábitos que lhe fazem mal.

Sagitário

Você vai mostrar um grande entusiasmo para circular, viajar e estar com as pessoas. Veja como conduzir isso de maneira positiva, adequada ao momento.

Touro

Você tem que lutar para se estabelecer no mundo, mas sem prejudicar as pessoas ao seu redor. A luta aumenta agora, mas procure causar menos prejuízo ainda do que antes.

Virgem

É tempo de agir com mais firmeza e contundência no ambiente de trabalho. Use de sua criatividade nesse âmbito. Tendência a desconsiderar os limites na vida financeira. 




Bem Paraná

domingo, 29 de março de 2020

Coronavírus: BNDES anuncia R$ 2 bilhões de crédito para área da saúde

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) vai disponibilizar R$ 2 bilhões para as empresas do setor de saúde como apoio ao combate à propagação do novo coronavírus (covid-19). O programa de financiamento visa à ampliação imediata da oferta de leitos emergenciais e de materiais e equipamentos médicos e hospitalares. Empresas de outros setores que buscam converter suas produções em equipamentos e insumos para saúde também serão contempladas.
O presidente do banco, Gustavo Montezano, em transmissão ao vivo pelo YouTube, disse hoje (29) que o objetivo da instituição nessa linha setorial é ser rápido no repasse de recursos para enfrentar a epidemia. “A gente acredita que as 30 empresas que temos hoje mapeadas que vão utilizar parte dos R$ 2 bilhões serão capazes de suprir a necessidade de 15 mil ventiladores, o que corresponde a 50% da necessidade do SUS para 90 dias.”
O BNDES também estima que, com os recursos do programa, a quantidade de leitos em unidades de terapia intensiva (UTIs) seja ampliada em 3 mil, o equivalente a mais de 10% da disponibilidade atual de leitos do SUS no país. Os monitores poderão aumentar em 5 mil - 20% da demanda do SUS para os próximos quatro meses, além da aquisição de 80 milhões de máscaras cirúrgicas, o que corresponde a 33% da necessidade do SUS nos próximos quatro meses.
O limite de crédito é de até R$ 150 milhões por empresa a cada período de seis meses, e o valor mínimo de financiamento em operações será de R$ 10 milhões. Segundo o banco de fomento, a constituição de garantias reais poderá ser flexibilizada para operações com até R$ 50 milhões em financiamento.

Empresas aéreas

Segundo Montezano, uma linha de crédito para ajudar as empresas aéreas que vêm sofrendo queda na demanda por causa restrição de viagens internacionais e nacionais devido ao coronavírus deve ser disponibilizada até o fim de abril.
“Os recursos serão investidos exclusivamente para as operações brasileiras das empresas. A gente quer fazer linhas que apoiem as concorrentes. Não queremos escolher uma única empresa. Os recursos não deverão ser usados para pagar credores financeiros.”
Na sexta-feira (27), o BNDES anunciou uma linha de crédito emergencial para ajudar pequenas e médias empresas a quitar a folha de pagamentos. O setor está entre os mais afetados pela crise gerada pela pandemia de covid-19. A estimativa é de liberação de R$ 40 bilhões.
No último domingo (22), o banco anunciou as primeiras medidas emergenciais de apoio à economia brasileira no enfrentamento dos efeitos da pandemia do coronavírus com medidas no valor de R$ 55 bilhões.

Claudério Augusto via site Agência Brasil

CHAPECÓ: Caminhoneiros recebem marmitas e água no trevo de Chapecó

Em meio a pandemia causada pelo novo coronavírus, ações de solidariedade se destacam e comovem a população. Um exemplo aconteceu no último sábado (27), quando membros de uma igreja de Chapecó se reuniram no trevo de acesso ao município para distribuir marmitas e água para caminhoneiros que transitavam pelo local.

De acordo com o pastor Ezequiel Antunes, um dos idealizadores da ação, 50 caminhoneiros foram atendidos. Ele diz que a atitude foi pensada com muito carinho, para valorizar os profissionais que não pararam mesmo com as medidas de isolamento social – já que o transporte é um serviço essencial. 

Ezequiel e mais sete pessoas participaram da atitude. Eles se dividiram em duas equipes e permaneceram nos dois lados da BR-282 para entregar os alimentos e a água aos caminhoneiros. 

“O resultado foi satisfatório, gratificante. A nossa alegria foi ver os olhos molhados de alguns dos caminhoneiros, que ao receber a marmita e a água, se sentiram valorizados”, disse Ezequiel.  “Os nossos guerreiros estão rodando, trabalhando, levando o alimento e o que a gente usa no dia a dia. Então é o mínimo que a gente pode fazer. É uma ação simples, fácil de fazer, só depende da boa vontade”, avalia.



Claudério Augusto vai site ClicRdc

Bolsonaro contraria Ministério da Saúde e OMS e faz tour pelas ruas do DF

A cena, registrada em meio à pandemia do coronavírus e a despeito de apelos de autoridades médicas e sanitárias pelo mundo, para que se evitem aglomerações, foi postada no perfil oficial de Bolsonaro no Twitter -- um vídeo no qual aparece conversando com um vendedor de churrasquinho em Taguatinga, cidade satélite do DF —a 27 km de Brasília.

Segundo reportagem do portal UOL, o presidente também passou por Ceilândia (33 km de Brasília), onde conversou com trabalhadores informais e defendeu o uso de remédios feitos com cloroquina e hidroxicloroquina -- substâncias que, no entanto, ainda estão em fase de testes contra o vírus.

O ex-capitão, ao passar por um mercado no bairro Sudoeste, no Plano Piloto, afirmou a um apoiador que está "rodando por aí para ouvir alguma coisa. Contra ou a favor, né? Sugestão aí".
“O que eu tenho conversado com o povo é: eles querem trabalhar. Eu tenho falado desde o começo. Tem que tomar cuidado. Maior de 65 fica em casa”, disse, durante o tour pelas ruas do DF.
A necessidade de reclusão é endossada não só pelas autoridades de saúde mundo afora, mas pelo próprio Ministério da Saúde, o que tem gerado atritos entre o presidente e o ministro Luiz Henrique Mandetta (DEM).
Em entrevista para atualizar o número de mortes e casos de contaminação pelo covid-19, Mandetta fez um discurso contrariando o presidente e reforçando a importância do isolamento social. Especula-se, inclusive, que o titular da Saúde estaria sob ameaça de demissão por bater de frente com Bolsonaro.
No mesmo dia, segundo reportagem do jornal "O Estado de S.Paulo", Mandetta advertiu o mandatário de que a pandemia não se trata de uma "gripezinha" e teria questionado se o governo está preparado para colocar caminhões do Exército transportando corpos de vítimas. O diário, citando fontes, afirmou que o ministro não irá pedir demissão em meio à crise, mas admitiu deixar o ministério ao fim da pandemia se for o caso.
Embora graves o problema e os riscos para a população, Bolsonaro tem defendido a reabertura do comércio e retomada das atividades nos estados e municípios brasileiros. O isolamento, segundo as ideias do mandatário, deve ficar restrito aos chamados grupos de risco (idosos e pessoas com complicações preexistentes).
Para o ex-capitão, a preocupação com os rumos da economia é tão importante quanto a saúde pública. Ele teme que haja uma onda de demissões devido à interrupção da rotina no país.
De acordo com o Planalto, Bolsonaro esteve em "agenda pessoal".
Conforme o UOL, Bolsonaro deixou o Palácio da Alvorada hoje pela manhã por um acesso alternativo, com o objetivo de driblar a imprensa de plantão na portaria da residência oficial da Presidência. Ele seguiu em comboio a um posto de gasolina, onde desceu do carro para cumprimentar apoiadores e tirar fotos com frentistas.
Em seguida, visitou uma farmácia, uma padaria e um supermercado no Sudoeste, bairro residencial situado a cerca de 10 km do Congresso Nacional. Depois disso, dirigiu-se ao Hospital das Forças Armadas.
No HFA, a visita do presidente à unidade de saúde ocorre em um momento onde ele é cobrado a mostrar o resultado dos exames que fez para detectar se há contaminação pelo coronavírus.
O Planalto não esclareceu se Bolsonaro realizou algum exame ou se fez apenas uma visita social ao HFA.
O mandatário diz que está bem e não foi infectado. No entanto, mais de 20 pessoas que estiveram com ele na viagem aos Estados Unidos, no início de março, já testaram positivo. Entre os contaminados está o ministro do GSI (Gabinete de Segurança Institucional), general Augusto Heleno, e o chefe da Secretaria Especial de Comunicação, Fábio Wajngarten.

Claudério Augusto via site Yahoo

Governador deve prorrogar isolamento social no Estado

O governador Carlos Moisés sinalizou neste domingo (29) que deve prorrogar as medidas de isolamento social em Santa Catarina por mais tempo durante uma reunião com os prefeitos das maiores cidades do Estado e os presidentes das 21 Associações de Municípios. De acordo com o chefe do Executivo estadual, a retomada gradual de alguns serviços não essenciais depende da preparação do sistema de saúde para a crise do coronavírus. Essa organização está condicionada à chegada de recursos e EPIs por parte do governo federal, além de equipamentos para leitos de UTI que foram comprados pela Secretaria de Estado da Saúde.
“Todas essas questões nos levam a uma posição muito tranquila de que temos que aguardar um pouco mais para colocar em ação o nosso plano de retomada das atividades econômicas. Precisamos estruturar melhor a nossa rede para que não tenhamos o risco de uma sobrecarga do sistema enquanto os equipamentos ainda estão chegando”, afirmou.
O governador fez ainda uma fala forte em relação à prioridade na preservação da vida em Santa Catarina durante o combate à pandemia da Covid-19.
"Essa decisão está tomada, no sentido de colocar a vida em primeiro lugar em Santa Catarina. Haverá efeitos econômicos muito grandes? Sim, mas o Estado não pode se omitir em um momento como esse. É necessário um esforço extra de cada um para que possamos superar essas dificuldades. Precisamos da união de todos os entes públicos e contamos com o apoio dos prefeitos nesse momento", disse o governador aos prefeitos.
Cuidado com os profissionais de saúde
O secretário de Estado da Saúde, Helton Zeferino, destacou a importância de se manter os profissionais da saúde protegidos durante a pandemia. De acordo com ele, em razão dos problemas logísticos enfrentados pelo Ministério da Saúde para o envio dos EPIs, faz-se necessária a prorrogação da quarentena.
“Não podemos correr o risco de uma abertura sem a garantia do fornecimento de proteção aos profissionais de saúde. Eles precisam estar muito bem equipados. Hoje o nosso estoque operacional ainda não tem capacidade de atender a todos os municípios. Precisamos garantir que todas as regiões de Santa Catarina. Essa é uma questão que nos preocupa”, afirmou Zeferino.
A reunião virtual deste domingo foi mediada pelo chefe da Casa Civil, Douglas Borba. Último a falar, o presidente da Federação Catarinense de Municípios (Fecam), prefeito Saulo Sperotto, de Caçador, elogiou a atitude do governador de reunir as lideranças dos municípios e ressaltou a necessidade do isolamento social.  “Essa reunião é muito importante. Precisamos sincronizar nossas atitudes e atuar juntos, em busca de um alinhamento. É importante todos os esforços nesse sentido”, disse Sperotto.
Comunicação unificada
Carlos Moisés também fez um apelo para a unificação da comunicação dos entes públicos durante a crise da Covid-19, com a Secretaria Executiva de Comunicação (Secom) à frente do processo. De acordo com o governador, se as informações partirem de um único canal, facilita-se o entendimento das medidas por parte da população. Trata-se de uma estratégia de sucesso em períodos de crise.

Claudério Augusto via site Caco da Rosa

Jovem é morta a facadas pelo marido dentro de casa, em Joinville

Uma jovem de 23 anos foi morta a facadas na manhã deste domingo (29), em Joinville, no Norte do Estado. O suspeito é o marido da vítima que, após o crime, foi encaminhado ao hospital. Ela foi identificada como Taináh Carneiro de Castro.
O caso ocorreu por volta das 6h, no bairro Petropólis, zona Sul da cidade. Segundo a Polícia Militar, a vítima estava em casa quando foi esfaqueada pelo marido. Ela sofreu perfurações no tórax e pescoço, não resistiu aos ferimentos e morreu no local.
Depois do crime, o homem teria tentado cometer suicídio. Ele recebeu atendimento e foi encaminhado ao hospital. Segundo o delegado Larry Rosa, ao receber alta, ele será levado à Central de Polícia.
Ainda de acordo com o delegado, o caso está sendo tratado como um feminicídio. Testemunhas informaram à polícia que o casal havia discutido durante a madrugada.
A faca usada no crime foi apreendida e passará por perícia. A Polícia Civil segue investigando o caso.

Claudério Augusto via site ND Mais

CHAPECÓ: Casal de haitianos é detido após briga

A Polícia Militar foi chamada na manhã deste sábado (28), por volta das 09h29, para atender uma briga envolvendo um casal de haitianos no bairro São Cristóvão.

Ao chegar no local, na Rua Brochado da Rocha, um homem de 32 anos, disse aos policiais que teve uma discussão com sua esposa e a mesma lhe arranhou.

A mulher de 33 anos, foi encontrada no chão relatando dor no tornozelo esquerdo e relatou que teve uma briga com o marido. Ela ainda disse que o homem a empurrou, momento em que la torceu o tornozelo esquerdo.

A guarnição suspeitou que a lesão no tornozelo, porém mesmo assim acionou o Corpo de Bombeiros para atendimento. Os socorristas também não constataram lesão, mas conduziram a mesma até o Hospital Regional do Oeste para exames.

Diante dos fatos, o casal foi encaminhado para a Delegacia de Polícia para os procedimentos cabíveis.



Claudério Augusto via site Portal Aconteceu

CHAPECÓ: PM flagra festa com mais de 100 pessoas

Após decreto estadual que proíbe eventos e aglomerações, a Polícia Militar (PM) flagrou uma festa com mais de 100 pessoas, na madrugada deste domingo (29). O fato aconteceu em um clube, localizado na Rodovia Engenheiro Serafim Enoss Bertaso, em Chapecó (SC).

Os policiais foram acionados para atender uma ocorrência em que o estabelecimento descumpria as medidas para evitar a propagação do coronavírus. Segundo a PM, no local foi constatado que ocorria uma festa, com mais de 100 pessoas.

A PM notificou o estabelecimento pelo descumprimento do decreto. O proprietário, um homem de 29 anos, foi orientado a acabar com a atividade, sendo lavrado um Termo Circunstanciado. Ele deve comparecer em juízo para esclarecer os fatos.

Briga, arma e munições apreendidas

No mesmo estabelecimento, a PM foi acionada para atender uma briga que teria envolvido vários participantes. Os policiais abordaram um jovem, de 20 anos, logo na entrada do evento. Ele estava dentro de um veículo VW/Gol e possuía um ferimento na cabeça, provocado por uma briga que aconteceu antes da chegada da guarnição ao local.

Em buscas no carro os policiais encontraram uma espingarda calibre 12, com três cartuchos intactos. Também foi encontrado mais 14 munições. De acordo com a PM, a arma e munições estavam no banco traseiro do veículo, enroladas em um casaco .

O rapaz foi detido e conduzido – junto com os materiais apreendidos – à Central de Plantão Policial (CPP).


Claudério Augusto via site ClicRdc

CHAPECÓ: Homem é preso com espingarda calibre 12 após briga em boate

A Polícia Militar foi acionada por volta da 1h30 deste domingo (29), para atender uma ocorrência de briga em uma boate localizada às margens da Rodovia Engenheiro Serafim Enoss Bertaso.

De acordo com a polícia, no local acontecia uma briga com vários participantes e com disparos de arma de fogo.

Um homem de 20 anos, foi abordado abordado dentro de um VW/Gol na entrada do local do evento. Ele apresentava um pequeno ferimento na testa, provocado pela briga que teria acontecido anteriormente.

No veículo foi localizada uma espingarda calibre 12, municiada com três cartuchos intactos. Outras 14 munições sobressalentes foram localizadas no carro. Arma e as munições estavam enroladas em um casaco no banco traseiro.

O homem recebeu voz de prisão e foi encaminhado com a arma e as munições na Delegacia de Polícia.

A polícia foi acionada novamente às 2h55, para retornar ao local com informações de estava acontecendo uma festa com mais de 100 pessoas no interior do estabelecimento.

Diante dos fatos foi determinado para que o proprietário, um homem de 29 anos, encerrasse a atividade.

Um termo circunstanciado foi lavrado por infringir determinação do poder público, destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa, em desacordo com o teor do decreto 515/2020 COVID-19.



Claudério Augusto via site Portal Aconteceu

Mandetta: "Estamos preparados para ver caminhões com corpos nas ruas?"

Ao frisar que a pandemia de coronavírus não é uma "gripezinha", o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, apresentou cenários possíveis para a doença no Brasil e advertiu o presidente Jair Bolsonaro e outros ministros durante reunião tensa neste sábado, 28, que, se morrerem mil pessoas, será o correspondente à queda de quatro Boeings. Depois, perguntou: "Estamos preparados para o pior cenário, com caminhões do Exército transportando corpos pelas ruas? Com transmissão ao vivo pela internet?"

Conforme o Estado apurou, Mandetta fez um apelo para o presidente criar "um ambiente favorável" para um pacto entre União, Estados, municípios e setor privado para todos agirem em conjunto, unificar as regras e medidas e seguir sempre critérios científicos. Sugeriu, inclusive, a criação de uma central de equipamentos e pessoal, para possibilitar o remanejamento de leitos, respiradores e até médicos e enfermeiros de um Estado a outro, rapidamente, dependendo da demanda.

O ministro também pediu ao presidente para não menosprezar a gravidade da situação nas suas manifestações públicas e, por exemplo, não insistir em ir a um metrô ou um ônibus em São Paulo, como chegou a aventar em entrevista coletiva. Mandetta deixou claro que, se o presidente fizesse isso, seria obrigado a criticá-lo. E Bolsonaro rebateu que, nesse caso, iria demiti-lo.

Ainda conforme fontes informaram ao Estado, Mandetta também disse que ele e sua equipe não vão pedir demissão no meio da crise, mas estão prontos a sair depois dela se for o caso. Ele, inclusive, se colocou à disposição para assumir a função de "bode expiatório", em caso de fracasso, e se comprometeu a não capitalizar politicamente, em caso de sucesso. Disse que não tem ambições políticas nem reivindica nenhuma posição de destaque.

Apesar desses momentos mais tensos, ministros presentes consideraram que o resultado foi bom e que a reunião serviu como um "freio de arrumação", até porque, de outro lado, todos, inclusive o próprio Mandetta, concordaram com a preocupação de Bolsonaro em preservar ao máximo a economia, o funcionamento dos transportes e da infraestrutura em geral.

Estavam presentes, além de Bolsonaro e Mandetta, os ministros Fernando Azevedo (Defesa), Sergio Moro (Justiça), Luiz Eduardo Ramos (Secretaria do Governo), Braga Neto (Casa Civil), Rogério Marinho (Desenvolvimento Regional) e André Mendonça (AGU) e Antonio Barra Torres (Anvisa). Um dos temas foi justamente o risco de uma enxurrada de ações na Justiça, com Estados, municípios e União questionando medidas uns dos outros. Esse, inclusive, foi tema da primeira reunião do sábado de Bolsonaro, que foi com o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes.

Carreatas
Os que viram a entrevista coletiva de Mandetta com sua equipe, após a reunião com o presidente, disseram que, apesar de mais sutil, ou subliminar, ele basicamente repetiu o que disse no Palácio da Alvorada. Em ambas, defendeu a uniformização das medidas de isolamento, disse que alguns setores realmente precisam funcionar e que o vírus não apenas mata pessoas como afeta todo o sistema de um País. Além disso, deu um freio na versão de que a hidroxicloroquina é uma "panaceia" e vai curar a doença a curto prazo.

Na coletiva, o ministro criticou as carreatas pela reabertura do comércio. Os atos foram defendidos por Bolsonaro, que chegou a compartilhar vídeos nas redes sociais. "Fazer movimento assimétrico de efeito manada... Daqui a duas semanas, três semanas, os que falam 'vamos fazer carreata', vão ser os mesmos que ficarão em casa. Não é hora", disse Mandetta.

Na reunião de presidentes e primeiros-ministros do G-20 na quinta-feira, Bolsonaro falou com entusiasmo do uso do medicamento no combate ao coronavírus e dos prazos para a conclusão das pesquisas, mas Mandetta é bem mais cauteloso. "Estamos na pista, mas os estudos são muito incipientes", disse o ministro.

Aliados de Mandetta no DEM e seus assessores na Saúde garantem que ele não será desleal, não pede demissão e sempre repete que não abandonará o barco em meio à tempestade, ou seja, quando a pandemia começa a entrar na sua fase mais crítica. Ontem, os mortos já chegaram a 114. Nesse momento, seu esforço é para ajustar o tom com o presidente, o ministro da Economia, Paulo Guedes, governadores e prefeitos.


Claudério Augusto via site Terra