Banner

Banner

segunda-feira, 24 de julho de 2017

Hernanes e Marcos Guilherme vão ao Morumbi e clube homenageia Waldir

Recém-contratados pelo São Paulo, atletas foram ao estádio para ter o primeiro contato com a torcida e se emocionaram. Time entrou em campo com a camisa 1 de Waldir Peres


Os mais de 51 mil torcedores do São Paulo presentes no Morumbi puderam ter o primeiro contato com duas das mais recentes contratações dessa janela de transferências: O meia-atacante Marcos Guilherme e o ídolo Hernanes, que retornou ao clube.
Ao canal Premiere, ambos deram breves declarações acerca da recepção que tiveram no estádio antes da partida do Tricolor contra o Grêmio.

Marcos Guilherme, que estava emprestado pelo Atlético-PR ao Dinamo Zagreb, da Croácia, declarou estar emocionado e realizando um antigo desejo.

- É um sonho realizado, estou até sem palavras de estar vendo tudo isso aqui. É um sonho realizado, estou muito feliz - afirmou o meia-atacante.

Para Hernanes, o retorno ao estádio e o reencontro com a torcida foi ainda mais especial. Para relembrar os bons momentos vividos no Morumbi, foi até o símbolo do clube que fica ao lado do campo para beijá-lo.

- Aqui foi o lugar que eu cresci, tive muitas alegrias. Subindo esse túnel as lembranças vieram. Ver a torcida vibrando desse jeito é um momento especial, de muita alegria - disse o meio-campista que estava no futebol chinês.

Sobre a data de sua reestreia, Hernanes preferiu não se antecipar, mas disse estar à disposição e deixou a decisão nas mãos de Dorival Junior.

- Estou à disposição depois de hoje, aí vai depender do treinador.

A noite desta segunda-feira também foi de homenagens ao ex-goleiro Waldir Peres, que faleceu no último domingo, vítima de infarto em Mogí das Cruzes.

Enquanto os torcedores cantavam para Waldir durante o minuto de silêncio, o mascote do estendia uma faixa e o painel eletrônico exibia fotos do ex-arqueiro.

Além disso, todos os jogadores entraram em campo, durante o protocolo da CBF, com uma camisa em referência ao ídolo são-paulino, com nome e o número 1 nas costas. Já na partida, até mesmo o atual titular do gol, Renan Ribeiro, que costuma usar o número 30, passou a usar o 1, que pertence a Denis, que ficou fora inclusive do banco por conta de uma tendinite no ombro direito.




Terra